You are currently browsing the category archive for the ‘VIAGEM INTERNA’ category.

Viajar e sempre uma viagem!

E incrível como o mundo ainda hoje mantém o mesmo comportamento social.

Aqui em Amsterdam as paisagens e construções são tão antigas, datam de 1500, 1600, onde moram, trabalham pessoas de hoje… e eh tão louco, que inspirada por essa possibilidade de voltar no tempo apenas com a imaginação, hoje percebi duas situações bem interessantes, que mostram como o tempo passa, as coisas mudam, mas a conduta do ser humano continua a mesma…

1. Iconografia para destacar status social

Quando cheguei ao Bijenkorf, loja de departamento chic da Holanda, logo ao entrar já percebi uma certa diferenciação entre as marcas “normais”, que tem seus produtos expostos em prateleiras expostas e balcões no meio da loja, e as grandes Maisons como Hermes, Channel, Gucci, e Louis Vuitton, que tem lojas mesmo ali dentro da laja de departamento, com segurança “intimidando” a entrada de mortais na área acessível a poucos . Foi quando, num impulso inconsciente, puxei minha Louis Vuitton mais pra frente, como forma de  mostrar minhas credenciais ou código de acesso a esse mundo. Assim que terminei de realizar a ação, percebi o quão suscetíveis estamos a ação da iconografia como códigos de grupos sociais. Atitude tão arcaica e arraigada, depois que lutamos tanto pela liberdade!?

2. Trabalhos manuais X Intelectuais

Hoje no trem/bondinho de Amsterdam via varias pessoas, executivos e jovens, usando sem parar seus dedinhos para escrever como uma maquina em seus telefones. Hoje o mundo ‘e criado assim, comandamos e gerando idéias por meio de nossos dedos, como eu também faço agora.

O que mudou em relação ao começo da nossa existência est’a em como usávamos nossas mãos para colocar em pratica nossa inteligência em busca sobrevivência. Antes usávamos–as para caçávamos , criar e manejar armas, fazer utensílios e artesanato, plantar… E agora nos limitamos a mexer minuciosamente os dedos para escrever idéias que valem ouro e mudam o mundo num pequenino aparelho digital.

Amsterdam com Neve Imagine andar de bike!

Caos aéreo nos aeroportos da Europa! Maior Nevasca !

Maior nevasca dos últimos 100 anos na Inglaterra!

Maior nevasca dos últimos 30 anos em Amsterdam!!

Milhares de vôo cancelados na época das festas de fim de ano!

Esses são só alguns dados para dar dimensão da confusão causada pela neve aqui na Europa.

Cool trips passou por essa experiência nada cool….

Estávamos com nossa viagem de São Paulo para França, Suíça e Holanda programada desde agosto, quando nos últimos dias a natureza mostrou suas forças! Nós que já havíamos passado pela Crise do Vulcão da Islândia que paralisou completamente os vôos por uma semana em abril, não acreditávamos que passaríamos por mais essa da mãe natureza. Por outro lado, essa vivência no Caos das Cinzas nos deixou conscientes dos riscos de viajar com as más condições de tempo, e calejados em longas esperas por conta de toda impossibilidade de locomoção na Europa.

Aprendemos que eles fazem o que podem, não é o melhor, é verdade que as vezes não nos oferecem as condições ideais, como vamos relatar a seguir, e sem dúvida, é um “salve-se quem puder”. Cientes disso, seguimos com espírito de guerreiros para mais essa aventura,e decidimos que nada iria nos incomodar, muito pelo contrário, que iria mostrar mais lições de vida e filosofias antropológicas.

Camas nos aeroportos da Europa

Tudo começou com decepção de saber que depois todas as surpresas de última hora, como a nossa cadela no ciou cancelando assim suas férias na casa da Vovó (caos  1),  finalmente ao chegar no aeroporto: NOSSO VÔO FORA CANCELADO, Shiphol de Amsterdam estava fechado!!! (caos  2: shiphol é um shit hole como diziam alguns! ).Diante dos acontecimentos, nem vamos considerar o transito de São Paulo numa sexta-feira pré natal em um dia chuvoso com um caso… Certo? Não seria nenhuma surpresa, afinal.

Nossa sabedoria preferiu, então, esperar em casa do que de algum saguão gelado em um aeroporto da Europa, e ainda correr o risco desse país de escala fechar seus aeroportos… Parece que prevíamos ou será que atraímos? Na sexta-feira, 17 de dezembro de 2010, só o nosso vôo foi cancelado…. (Lição 1: Cuidado com sua mente, ela atrai tudo que você pensa! Karma? Vibe? Destino?)

Voltamos para casa… Imagina o trânsito…afff

Cedo no dia seguinte, ligamos na KLM para tentar re agendar o vôo para aquela noite, conforme a orientação da staff do check in, e vimos que havia passagens disponíveis à venda na internet. Porém, atendentes como o Marcos, supervisor do call center,  diziam que só indo pessoalmente, logo ali em Guarulhos. Postamos em nosso Twitter, mandamos direct message para KLM, que hoje suspendeu seu Twitter por 24h,  nosso agente EXBR tentou,  e chegamos 8 horas antes do vôo! (Lição 2: para as coisas acontecerem a seu favor tem que correr atrás! Explorar todas as possibilidades!)  E ainda tínhamos passagem preferencial! Só conseguimos um vôo via Paris, Charles de Gaulle. Mas o pessoal da Klm do Twitter da Holanda nos ligou para saber se estávamos satisfeitos com a solução, foram muito atenciosos, achamos bem bacana a atitude!).E também, alguém,meio a esses contatos todos, nos compensou com upgrade para a novidade “Classe Econômica Premium”, uma intermediária entre a business e a econômica, com poltronas que reclinam 2 vezes mais, e as pernas ficam esticadas num apoio para perna e pés. Além, de menu e treats diferenciados, privacidade como nas outras classes. Cool tip muito boa, só custa 130 euros a mais.

Chegando em Paris, pessoas por todo lado… e 8 horas de atraso na conexão que, a priori, seria de 1h…. Aeroporto fechado até 13h.

Passageira preparada para dormir nos aeroportos

Mas o pior aconteceu dentro do avião da KLM com a aeromoça Pruse. Depois de 2h30 de cintos afivelados praticamente sem sair do lugar, taxiando, pedi para ir ao banheiro. Ela disse que não e que se eu quisesse poderia fazer nas calças…. esperei mais 20 minutos até que o piloto disse que ainda tinham 9 aviões à nossa frente para decolar. Foi  quando um garotinho e mais duas pessoas se levantaram. Aproveitei, claro, e saí decidida em direção ao banheiro sem olhar pra atrás. Ela gritou, Lady,  e ameaçava meu marido que iria pedir ao comandante voltar para ao portão e nos deixar! (Imaginem depois de 3 horas de espera dentro do avião, voltar tudo e pegar a fila de aviões novamente!!) Meu Marido, em resposta a colocação dela de que estávamos agindo como criança, disse que estávamos sendo tratados como cows! Pra que!??  Ou ainda bem!! Ficaram todo preocupados.

Enquanto isso outra aeromoça veio em minha direção. Pensei: f…eu, agora vou ser presa! meus medos não se concretizaram, ufa a. Ela fez cara de “paciência” e me deixou ir. Mas na hora não estava pensando em nada, só fiz o que achei necessário e digno! Imaginem! Já passaram 7 horas nem comida, 3 presos, literalmente, num assento minúsculo de avião morrendo de vontade de fazer pipi, ainda mais 20 minutos segundo a capitão!!???(que se fossem como as previsões anteriores se tornariam 1 hora!)

Quando entrei no banheiro  já estavam pedindo para os passageiros terem calma que iam pedir para o comandante liberar para todos irem ao banheiro.( Mais uma, lição 3, todos querem liberdade, mas só quando alguns decidem que tem esse direito, as pessoas demonstram seus desejos ocultos)

De volta para meu lugar, a mesma aeromoça obessed vem dizendo que eu tinha que ir até a  frente em particular. Como não sou boba, não fui. Me senti mais confortável com testemunhas! Ela dizia que estava sobre as suas leis, concordo até o ponto que minhas necessidades básicas são violadas, e enquanto ela falava ninguém fazia nada, mas aproveitavam para usar o direito conquistado por nós em filas nos banheiros. (Lição 4, Faça as coisas por você, unicamente, pois as pessoas vão aproveitar suas conquistas, mas na hora de te defender, só aqueles que realmente te amam ficam do seu lado.)

Enfim chegamos a Amsterdam! Linda, coberta de neve! Há 30 anos não neva assim!

 

Neste momento temos três casais de amigos que estão viajando por pelo menos um ano! Estudando ou por um periodo sabático!

Relicário e seu Roteiro de viagem

É o Caso do Guto e da Roberta que stão dando a volra ao mundo e compartilham suas viagens, pensamentos e fotos no Blog Relicário.

Já o Marco e a Cláudia estão morando em Paris para estudar na Sorbone e fazer curso de fotografia! Acompanhe posts e fotos diárias direto da cidade luz no blog a viagem certa.

E tem a nossa querida Rê Rocha em sua busca espiritual pelo Oriente com o noivo português! Pena que ela tem só compatilha pelo facebook.

Assista o video no Urso e o caçador The Hunter shoot a Bear no Youtube e experimente várias opções de situações!!

É SENSACIONAL!

MELHOR CAMPANHA DE WEB MARKETING DA HISTÓRIA!

Acredite! Nós casamos lá…

Não é novidade que somos loucos por viagens! E especialmente por Jericoacoara, que frequentamos há pelo menos 10 anos!

Então pensamos: “Não seria maravilhoso fazer uma cool trip com amigos, bater papo, comer bem, bebemorar, curtir a natureza, fazer esportes,  especialmente velejar de kitesurf (que a “turma toda” é adepta) e ainda algumas baladas no Paraíso? E ainda com um motivo muito especial: UM CASAMENTO!! Que tal??”

Então, claro, resolvemos nos casar em Jericoacoara! Pertinho, neh!? Fácil, neh?! Confesso  que no início achamos que não seria nada fácil, talvez até uma loucura como escutamos de amigos próximos e familiares.

Pensar em fazer uma festa de Casamento à 5 horas de carro de Fortaleza, que já está à 4h de vôo de São Paulo, com difícil acesso, e ainda reunir muitos amigos e familiares, tendo a dificuldade de pouca oferta de serviços que um evento deste porte exige! Resumindo, era praticamente impossível aos olhos de todos e, de fato, não seria fácil, mas estavámos determinados!

Dispostos a enfrentar todas as dificuldades, após “bastante repercursão” depois de nosso anúncio oficial a família e amigos, começaram os preparativos a exatos 11 meses da data que escolhemos para nos casar. E para melhorar seria em um feriádo de 5 dias, logo, no mínimo 3 dias de festa!!!

Desde o primeiro momento da nossa escolha pelo local para celebrar nossa cerimônia, tivemos total respaldo e ajuda de um dos proprietários da pousada que também é nosso padrinho! Por sinal, não foi só dele, mas também de todo o staff, do gerente aos garçons, abraçaram nosso projeto e foram fundamentais para realizar esse sonho que permanecerá conosco para sempre! Obrigado!

 

Rancho do Peixe

 

Foram necessárias pelo menos 5 idas ao paraíso nos 11 meses que antecederam à festa.  Juntos, sozinhos, com as mães, cunhadas e irmãos,… A festa já começou ai!  Tudo para correr da maneira que sempre sonhamos, desde a primeira vez, 8 anos antes do casamento, quando na janela da mesma pousada do casamento, o Rancho do Peixe, olhando o pôr do sol, falamos em completa harmônia: “É aqui que iremos nos casar quando este momento chegar!” Nos olhamos, e com um comprometimento inocente, plantamos alí a sementinha que nos une até hoje e nos levou a esse grande dia!

 

Bem-casados

 

Os preparativos ainda contaram com alguns serviços contratados de São Paulo, desde parceria com agências de viagens (Monreal Turismo e Expedition Brazil), até os bem-casados, já que o do Fortaleza é diferente e horrível. Som, iluminação, e gerador vindos de Fortaleza. E muitos e muitos kilos de frutos do mar foram dali mesmo, fresquinhos para o top chef Paulinho, ex Manacá e Txai, amigo do casal, realizasse um jantar à francesa para nossos convidados!! E ainda criamos um Site do Casamento, com todas as informações necessárias aos convidados, desde o que levar em sua bagagem, até parcerias e descontos com hóteis e pousadas, transfer e um canal em nosso site de venda de bilhetes Gol, com atendimento especial aos convidados! Ou seja nos programamos bem, para receber ainda melhor os nossos convidados que viessem compartilhar conosco esse mágico momento!

 

Vila Kalango

 

Só faltou dizer que fechamos as 2 pousadas mais  lindas: para o casamento e familiares o Rancho do Peixe no Preá-CE e a outra, a famosa Vila Kalango em Jericoacoara, para os padrinhos e amigos, e onde realizamos o coquetel de recepcão.

Depois de todo esse trabalho e um lindo convite escolhido pelo casal, era só mandar entregar. Ufa!!!

A medida que fomos distribuindo os convites, confesso que estavámos com pouca expectativa em relação ao número de pessoas que realmente enfrentariam essa longa jornada até Jericoacoara para nos prestigiar.  Para nós e nossa família, o número esperado não passaria de 50 pessoas. Apenas eu (o noivo), acreditava que poderia passar das 100 pessoas! E para nossa surpresa a repercursão entre os 300 convidados foi enorme!  E até “bico” de São Paulo enfrentou 4 horas de vôo, e mais 5 horas de 4×4 para ir em nosso casamento!! Isso que é ser queridos!! Obrigado!!! :). Sem comentar nos avós (da noiva) com 85 anos que estiveram presentes, e que literalmente nos casaram!!!

Todo mundo curtiu muitooo a nossa idéia! Imagine só: Jeri, que tem 4, 5 ruas, com 143 amigos!! COOL! A cidade literalmente parou! Os melhores hotéis lotados, todo nosso universo; família, amigos de escola, do trabalho, da faculdade, da vida, interagindo, se conhecendo e convivendo 4 dias incríveis, com passeios,  jantares, baladas, kite, coquetel de boas vindas, e claro, o Casamento, que foi um espetáculo! Foi incrível, indescritível em palavras, mágico e tocou fundo a cada que lá esteve! Nada comparado à “velocidade” e “padrões” dos casamentos em São Paulo.

Em Jeri, o tempo parou! Voltamos a essência de alma, inspirados, ou até mesmo obrigados pelo life style da cidade. Ruas de areia, vento incessante, sol todos os dias do ano, lagoas azuis, pousadas simples mas chic, e o ritual da duna do Pôr-do-sol…simplismente enigmático! Todos os dias convida quem passapor ali a escalar aquela montanha de areia para ver 5 minutos mágicos até o sol se pôr dentro do mar! Após o espetáculo diário, é sempre comum uma salva de palmas! Merece vai…

Ficamos de “cabelos em pé” só até sair de São Paulo, 1 semana antes do casamento. Quando aterrizamos em Fortaleza o clima já mudou e uma mistura de emoção, felicidade e frio na barriga foram constantes até o dia do casamento. Para nossa surpresa, além de nossas famílias (noivo e noiva), muitos de nossos amigos mais próximos também aproveitaram a festividade e tiraram uma semana de férias para curtir conosco todos os momentos que antencederam o casamento. Como a maioria é velejador, eles adoraram a “desculpa” para poder velejar no “Hawaii dos ventos”, o Ceará!

No dia do coquetel de recepção (2 dias antes do casamento), muitos dos mais de 100 amigos já haviam chegado e a emoção tomou conta de todos! A pousada Vila Kalango estava linda, e os convidados foram muito bem recebidos. Sem contar na viagem gastronômica, proporcionada pelo Chef Paulinho, com aperitivos e finger foods para deixar todos muito bem impressionados com seu “cartão de visitas”. Além dos muitos Drinks preparados pelo engraçado barman, Ergas que foi um dos personagens do casamento. Para nós, noivos, tudo aquilo era pura magia e custávamos a acreditar que haviámos realizado,  todos estavam felizes, e nós, simplesmente nas nuvens!

Além do coquetel, foram dias na piscina do Rancho a base de polvo, cerveja, capirinhas, muito sol, muito vento, musica, velejo de kite com os amigos e muitas, muitas risadas. Sem contar os passeios às lagoas, os jantares em conjunto ou mesmo a divertida experiência de encontrar um amigo a cada lugar da cidade. Se então éramos abordados sobre o casamento por desconhecidos! Todos sabiam! Todos queriam  nos felicitar e fazer parte desse momento de alguma forma. Foi demais receber esse carinho e essa ernergia, ainda mais se tratando de Jeri, onde tudo é em maior intensidade!!!!

Chegou o grande dia. Tudo preparado, ou quase tudo.

No dia do casamento, estávamos mesmo bastante ansiosos, ficamos com nossos convidados até meio dia, curtindo a praia, a piscina, tomando uns drinks e celebrando o grande dia que havia chegado. Realmente  odia estava lindo, sol brilhante e com um colorido especial o que nos deixou bastante animados.

A noiva recebeu o cuidado especial de suas madrinhas, e mulheres da família como antigamente! Não estávamos num cabeleireiro barulhendo com “mil pessoas” e “servas”em volta, e sim, de frente para o mar, em um bangalô lindo com 70m2 com todo o conforto e amor das mulheres da minha vida! Todas me vestindo, fazendo meu cabelo, e tudo que uma noiva tem direito, para o SEU grande momento!

Enquanto isso no bangalô ao lado, o noivo sempre “tranquilo”, arrumava-se com seus padrinhos, em cima da hora! E quase atrasa o casamento! heheh.

Prontos! Coração na boca e ao som de violinistas em baixo da árvore, chegou o momento!

Tudo perfeito e como nos sonhos! Pôr do sol durante a toda cerimônia realizada em baixo de duas lindas árvores entrelaçadas, delicadamente decoradas para receber o “altar”, os convidados e os padrinhos estavam em círculo  próximos “ao altar”, em perfeta harmonia com a natureza! O canto dos pássaros se misturavam ao som dos violinistas, enquanto a noiva entrava deslubrante e com um sorriso que descrevia seu sentimento naquele momento.  Confesso (o noivo), que esse foi a melhor visão de minha vida quando a vi e a recebi em meus braços de meu querido sogro.

A cerimônia de casamento

O casamento não foi convencional em nenhum momento, logo, a cerimônia também não poderia ser convencional, né? Pois é, a cerimonia não teve padre e os mesmos discursos de sempre, na verdade ela foi conduzida por alguns dos padrinhos e teve a participação de todos, sendo uma benção coletiva e quem realmente nos deu a benção final, após os nossos pais, foram os avós da noiva que se casaram na mesma data há 61 anos atrás! A cerimônia foi de arrepiar e fez a maioria dos convidaods derramar lágrimas. Realmente lindo, singelo e verdadeiro! Obrigado a todos que participaram dessa união. Sem contar nos discursos fervorosos e amorosos do avô da noiva e de nossos pais. O amor realmente estava no ar e contagiou a todos!

 

Delícias do Chef Paulinho

 

Após a cerimonia, e as tradicionais fotos com os padrinhos a beira da piscina com um colorido

Chef Paulinho Martins

lindo no céu, recebemos nossos convidados para segunda viagem gastronômica proporcionada pelo Chef Paulinho. Realmente eu (noivo),que sou amante da boa culinária, posso dizer que me deliciei e escolhi a dedo todos os ingredientes e junto com nosso Chef  montamos cada prato a ser servido. Detalhe, foi à francesa para 140 convidados com mão de obra local! (Treinada por ele) E saiu perfeito!! Lagostas e camarões grelhados, massas, saladas e sobremesas divinas. Todos elogiaram e rendeu uma salva de palmas ao Chef no final.

 

Depois fomos literalmente para beira da praia,  num deck de madeira com mais de 200 m2, com bar, loungue, almofadas, som, iluminação e tudo que uma boa festa precisa! Ahh esqueci de mencionar, pé na areaia!

 

Antes que nos perguntem, não rolou a tradicional valsa, na verdade nossa primeira música foi uma do Dj Armin Van Burren. A festa rolou quase a noite inteira à base de muito house e progressive house, uma das paixões do noivo, que aliás foi um dos Djs da festa, os outros eram os amigos e padrinhos também amantes de música eletrônica. Não precisa nem dizer que com esse visual, essa energia somados a muitos, muitos drinks, a festa rolou até o amanhecer e terminou na piscina para os convidados animados..

Fantástico! Melhor dia de nossas vidas! Enfim, mesmo que eu escreva, escreva sem parar, jamais conseguirei passar os momentos que vivemos, e o que realmente representou para nós! A ideia era realmente tentar contar um pouco desta experiência!

Se interessou? Quer casar lá? Entre em contato que te passamos o caminho das pedras!

por Cooltrips

Saiba os pontos turísticos, místicos e espirituais merecem a visita de quem não segue nenhuma tradição, mas quer fazer uma viagem espiritual a Jerusalém.

Mística, instigante , e porque não, aterrorizante?  Não como seu senso comum está imaginando, mas o que dá medo é o poder da “força” e a “loucura” que a fé desencaeia nas pessoas. O que você planta instantanemente, você colhe! Acredito que por isso as pessoas ficam muito obsecadas e radicais, pois assusta mesmo a velocidade do “retorno de suas ações”!

Impressiona a presença de algo maior, que conspira conforme você pensa, vibra, deseja e age.

Vista de Jerusalém

Como é  Jesusalém e os pontos turísticos principais

Vias de Jerusalem

“Data do IV milênio a.C., é uma das mais antigas do mundo. A cidade santa dos judeus, cristãos e muçulmanos desde o século X a.C. Têm um número de significativos lugares antigos cristãos, e é considerada a terceira cidade santa no Islão. Apesar de possuir uma área de apenas 0.9 quilômetros quadrados, a cidade antiga hospeda os principais pontos religiosos, entre eles a Esplanada das Mesquitas, o Muro das lamentações, o Santo Sepulcro, a Cúpula da Rocha e a Mesquita de Al-Aqsa. A cidade antigamente murada, tem sido tradicionalmente dividida em quatro quarteirões, os bairros armênio, cristão, judeu e o muçulmano. A cidade faz parte do patrimônio mundial.  No curso da história, Jerusalém foi destruída duas vezes, sitiada 23 vezes, atacada 52 vezes, e capturada e recapturada 44 vezes.” Wikipedia

Onibus Blindado

COOLTRIPS E MADONNA!

Fomos em 2007 para um evento do Kabbalah Centre, centro de estudos de cabala para pessoas comuns, e frenquentado também por famosos no mundo inteiro como Demi Moore, Ashton Curtney, Donna Karen,  e Madona, que lá estava presente! O motivo era o Rosh Hana, feriado judeu, religião de onde “vem” a filosofia da cabala. Esquema master de segurança, onibus blindado, acessos restritos, e exército acompanhando nossas visitas de “conexão”  com  pontos espirituais / religiosos / turísticos.

Resumidamente, a interessante história do muro das lamentações e certamente raiz da guerra entre religiões, pode ser compreendida no relato a seguir.

Muro das Lamentações

Dizem os espiritualistas que é lá o portal mais forte de energia do planeta, e segundo conta a história bíblica, lá Abraão entregou para sacrifício seu filho Isaac, e para os muçulmanos lá teria ocorrido o sacrifício de Ismael. Lá fica a pedra do sacríficio, os templários passaram por lá, além de inúmeros “famosos” da nossa história. Após a grandiosa obra de reconstrução do templo dos judeus feita por Herodes, vieram os romanos e destruíram tudo, só restando uma pequena parte da parede que rodeava o templo: o atual Muro das Lamentações! Justamente a parte que foi construída com doação de pessoas pobres. Acredita-se que o dinheiro doado sem ego é tão puro que lá fica inabalável.Até o muro!

Essa é história que originou a fé do muro das lamentações. E onde hoje encontra-se o Domo da Rocha. Local em Jesrusalém, ponto de discórdia há milhares de anos !

Tour no muro das lamentações

COOL TIPS: Nos subterrâneos do lado oeste do muro é contada a história toda em um tour bem bacana! Entramos por trás e dentro dele! No seu interior, tinha uma sala onde ficam judeus ortodoxos rezando e lendo as toras gigantes, só homens de 1 ano a 100! Chocante!

Sala de reza dentro do Muro

Túmulo de Rachel em Jerusalém

Bethlehem

A cidade de Bethlehem fica perto de Jerusalém, onde  foi enterrada Raquel ou Rachel, esposa de Yaacov, com uma linda história de amor, e “fama” de esposa e mãe protetora contra a inveja ou “olho gordo”. Por isso, judeus ortodoxos e cabalistas passam uma lã vermelha em volta do seu túmulo, para energizar com essa proteção. Que dá origem a famosa pulseira da cabala usada por cool people pelo mundo! Nós fizemos o ritual, rezamos e passamos a lã. Porem, foi aí que formalizou nosso “bode” do Kabbalah Centre. Muito comercial. Passamos praticamente 200 novelhos de lã no tumulo e eles vendem um pedacinho por R$ 100???!!!! Os ortodoxos odeiammmm o Centro porque eles fazem a divulgação da cabala para o mundo, quando segundo a tradição judaica, só homens com mais de 50 anos  (acho) e merecedores podem estudar cabala. Então, foi neste momento da lã que os ortodoxos se revoltaram, e começaram a xingar, chamá-los de mercenários. Diziam “damos a famosa pulseirinha da cabala de graça enquanto eles cobravam um absurdo.

Depois disso, foi uma sucessão de decepção com a “filosofia marketeira” e preceitos do Kabbalah Centre. Imagine que um ritual era acordar as 3 da manhã para matar uma galihna com a mão e passar o sangue em si mesmo! Foi aí que fomos explorar a cidade por nossa conta, e vivemos uma experiência maravilhosa, e sem dúvida transcendental.

Túmulo deJesus em Jerusalém

Roteiro Turístico de Jesuaslém

Visitamos o Sagrado Coração! Entramos no túmulo de Jesus! Você acredita nisso!! Incrível. Ficamos em frente da cruz e no subsolo, vimos a rachadura na terra que houve enquanto Jesus estava crucificado! E o sangue que escorreu! Parece até um parque temático da Disney de tantos pontos turísticos biblícos!

Fomos no Montes das Oliveiras, Getsemani, fizemos a Via Cruix, rota que Jesus carregou a cruz. Até vimos o portão por onde entrou Jesus pela última fez na cidade, que hoje encontra-se fechada!

Crucificação de Jesus

Mas o mais bacana é comprar pelas ruelas no mercado árabe! A arte de negociar aflora, e você aprende que tudo tem que ser acordado entre as partes! Divertido! Ficávamos as lojas mais interssantes cerca de 40 minutos negociando! E atenção a dica “cool tip”: tudo pode ser negociado de 30% a 60% abaixo do preço incial!

O presença do exécito Israelense é super ostensiva! Impõe tanto que depende do local, aterroriza mais do que transmite segurança. Mas no geral achamos tudo muitoo seguro. Claro que não fomos em local de conflitos, neh?! Fizemos amigos de israelenses, que garantem se sentir mais seguros lá do que no Brasil.

Outro ponto cabalístico interessante, e claro, cristão, mulçulmano e judeu é o túmulo de Abraão, que fica em Hebrom, cidade de controle palestino. Barreiras do exército, fomos em onibus blidado.

Túmulo de Abraão

Lá as tumbas são separadas por religião, judeus de um lado e muçulmanos de outro, sob vigilância pesada do exército! Já ocorrem atendados de ambos. Enquanto Critãos podem circular pelos dois lados. E ver todos os túmulos, não só de Abraão, como de sua mulher Sara, e seus filhos Issac e Jacó. Tristemente, alí se concretiza a verdade ignorante: o símbolo de nossa herança religiosa é justamente o que nos mantêm guerra até hoje.

Impossível é achar um caminho de paz quando ambos os lados se desrespeitam, já

Hebrom

sem critério para saber o início,  e sem perspectivas para o fim. E eu, com meu jeito interessado puxo assunto com todo mundo que cruza meu caminho, pergunto e converso, “investigo as pessoas” para saber o pensam e sentem! Até  envergonho meu amado! Mas é assim que gosto de conhecer os lugares por onde passo: viajando na vida, hábitos, valores e sentimentos das pessoas! Especialmente em lugares exóticos como Israel, é bacana desvendar a diversidade humana, e não só visitar lugares turísticos.

“Com base nessa pesquisa”, me coloquei na situação dos dois lados, judes e muçulmanos, e achei insuportável. Os judeus, maioria, agem como se os outros fossem uma raça humana superior, desconfiam de todos e têm revistas em todos os pontos de transição dos bairros “quarteirões”; judeu, armênio, cristão e muçulmano, dentro da velha Jesusalem.

Já os mulçulmanos parecem querer impor sua presença a qualquer custo com seus rituais. Basta pensar que eles incendiaram o local sagrado dos judeus,  construíram uma mesquita enorme por cima, restando apenas um peçado do muro; muro das lamentações! E cinco vezes por dia tocam aquele chamado insurdecedor para a rezar!

Igreja de Saint´Anne

Escavações no quintal da Igreja de Sant Anne

Resolvemos parar na igreja do século 12 que dá meu sobrenome. Feita em homenagem ao local de nascimento de Hannah (Ana), a mãe de Maria! A igreja recebe uma iluminação através das frestas dos desenhos da sua contrução que tornam o ambiente mágico. Luz divina, silêncio e paz total! Estávamos lá quando um padre apareceu do nada conversando conosco. Contei que Sant´Anne dava origem ao nome da minha família e ele então nos levoua té o altar, fez uma oração e invoção da proteção de Saint´Anne, avó de Jesus, em nossas vidas. Foi especial e emocionante! Saimos de lá e vimos Bethesda, onde Jesus teria curado um paralítico. A igreja está a poucos passos do Santuário de Flagellation e Condemnation, no começo da Via Dolorosa.

Onde ficar em Jerusalém

De Hotéis de luxo Jerusalém está cheia! Cool é ficar na parte leste, mais moderna da cidade. Alguns hotéis oferecem vistas panorâmicas para os mais importantes monumentos.
Existem opções mais moderadas como as guesthouses e bed-and-breakfast. As primeiras são alternativas aos hotéis, são casas construídas para receber peregrinos e turistas nos anos 1880. Oferecem um ambiente confortável e ao mesmo tempo rico em história. Sobre os econômicos bed-and-breakfast, é possível obter informações pelo site do turismo oficial de Israel.

Nossa cool tip é o Hotel King David de Jerusalém onde também se hospedaram presidentes como Bush e famosos como Madona.

O Hotel King David de Jerusalém é o hotel mais famoso de Israel e majestoso, com vista para a Cidade Velha de Jerusalém. Este hotel histórico está situado no ponto em que une antigo com o novo. Membro real e notável do The Leading Hotels of the World, está soberbamente localizado a uma curta distância de ambos os principais locais históricos da Cidade Velha, e do animado centro de Jerusalém moderna.

Onde comer em Jerusalém

Frutos do Mar

Jerusalém tem inúmeros restaurantes, cafés, bares e delicatessens. Na Old Jerusalém e na parte leste da cidade, o turista encontra principalmente a cozinha do Oriente Médio (árabe e judaica). Carne de porco e moluscos são proibidos para muçulmanos e judeus, mas os restaurantes vendem para turistas. Na Jerusalém Oeste, o cenário é diferente: há opções de cozinha internacional, e os restaurantes ficam abertos até tarde. Não deixe de provar falafel.
Não deixe de se deliciar no mercadão Mahané Yehuda, que se estende por alguns quarteirões entre as ruas Jaffa e Agripas. Imperdível. Restaurantes gostosos e baratos. E barracas que vendem de  roupas, tranqueiras, frutas e legumes, a comidinhas de todo jeito e para todos propósitos!  Prove pastas de salmão, arengue defumado e as sagradas “oliveiras”, azeitonas israelenses. Depois, leve o pão preto típicos dos imigrantes russos e cruze a rua Agripas, a fim de aproveitar as áreas verdes e praças para um piquenique saboroso! O melhor dia para ir é sexta-feira de manhã, e vivenciar os preparos dos ortodoxos para o Shabat.

Jericoacoara, como é bom retornar a um lugar onde aprendemos a chamar de “segunda casa”.

Com a turma em Jeri

Um ano e meio após nosso casamento no paraíso, estamos de volta para relembrar e sentir um pouco os momentos mágicos que já vivemos por aqui…

Jeri, Preá e mais precisamente o Rancho do Peixe, já fazem parte de nossas vidas!

Desde nossa primeira vinda, nos apaixonamos, decidimos nos casar aqui e fizemos muitos e muitos amigos que até hoje fazem parte de nossas vidas e se tornaram muito importantes para nós, fizeram parte de nossa história, o grande passo, o casamento no Rancho. (leia artigo)

É muito bom chegar a um lugar lindo, onde conhecemos bem e ainda ser muito bem recebidos, com verdadeiros sorrisos e gentilezas. Os momentos vividos em Jeri, são inesquecíveis e em nossas memórias nos revigora. Limpa a alma. Toda vez que estivemos aqui, saimos com um gostinho de “quero mais”. E por isso, sempre retornamos!

Kitesurf em jeri

A Pousada Rancho do Peixe  a cada ano está mais bonita e bem cuidada, graças a cuidadosa gerente Denisa. Um charme. Para quem não conhece, essa é uma das TOP DICAS COOLTRIPS, não deixe de conhecer e irá se apaixonar, como nós!

Desde a chegada, tudo é mágico e muito gratificante ver que após tanto tempo, alguns dos “meninos” que na época estavam iniciando sua jornada de trabalho no Rancho, e que tanto nos ajudaram na organização do casamento, subiram de posto e hoje, alguns comandam o bar, outros foram para recepção e nenhum deles nos esquece. Todos locais de Preá e formados no Rancho. São incríveis e de uma atenção que não se vê por ai, nas melhores pousadas do Brasil a fora.  Ser recebido pelo Sr. Chagas, que fez nossa primeira reserva a mais de 5 anos atrás, sempre com um sorriso doce! Ou o Fernando, corinthiano companheiro de papos durate o jantar. E o que falar da cozinheira, Lú, para os intímos, que prepara delicias! Recomendo: mix de grelhados do mar, o polvo a vinagrete e a lagosta grelhada! Simplesmente incrivéis!

Meu olhar 4x4 Jeri

Outra coisa muito boa foi saber que o nosso casamento segue sendo “o evento” da cidade, além de por enquanto ter sido o único, ele é muito lembrado pelo pessoal da pousada que trabalhou no casamento, e são unânemos em dizer que foi a melhor comemoração da Pousada e da cidade, que é pequena, e afinal trouxemos quase 150 pessoas para um feriado de 4 dias. Literalmente mobilizamos Jeri! E até hoje somos conhecidos como o casal que casou em Jeri! Só lindas lembraças!!!

O que será que torna viajar algo
tão mágico e interessante??
Tão único e viciante?
Inspirador e revitalizante?
Excitante
a riqueza humana,
a cultura insana e soberana,
que nos toma no Prana….

O momento congela o tempo…. A viagem marca alma
e o  coração incorpora….

Sempre tivemos um sonho de morar na Europa, porém em nossa última Cooltrip algo inusitado aconteceu. Como se fosse um teste, devido a forças da natureza, fomos forçados a prolongar nossas férias na Europa, e “viver como europeus por uma semana”.

Canal Amsterdam

Tudo começou num dia de “despedida” e “fim de férias”, de malas prontas, saimos do hotel para passear pela bela Amsterdam antes de nossa volta ao Brasil. Paramos para relaxar e olhar as news do Brasil na internet, quando abrimos o site da globo.com, na capa a manchete: “Iceland Vulcan Crisis” – fecha boa parte dos aeroportos na Europa.

Nossa primeira reação, “Será que o Shiphol está fechado? Tomara!”. Entramos no site, e na home já abordava o assunto vulcão e dava o aviso que o aeroporto estava fechado por tempo indeterminado!
Dia 15/04/2010, o maior vulcão da Islândia entrou em atividade, mostrando sua fúria, e suas cinzas fecharam boa parte do espaço aéreo europeu. Com isso, milhares de pessoas pelo mundo estavam “presas”, sem previsão de volta, e com informações desencontradas nos aeroportos. Porque a tal fumaça é carregada de micropartículas pesadas que em contato com a turbina do avião podem parar as turbinas, estávamos “presos” na Europa! .

Em vez de se desesperar, encaramos que acabara de chegar nossa oportunidade de experimentar morar europa.

Entrada apartamento amsterdam

É claro que nem tudo eram flores! Num primeiro momento pensamos que estávamos com pouco dinheiro in cash e até então impossibilitados de sacar, sem hotel, sem passagem de volta. Nossa agência no Brasil nos recomendou a ir até o aeroporto, porém a Cia Lufthansa, nos orientou o contrário: nem ir ao Aeroporto devido ao caos, e fazer a nova reserva pelo telefone. E aí começava o problema: não tinha um número free para ligar, cada minuto era uma fortuna, e longos minutos de espera,  já que assim como nós, “todo mundo” estava fazendo o mesmo!!!
E para piorar, sem nenhum tipo de seguro ou ajuda das companias aéreas, já que se tratava de um desastre natural!
Situação: milhares de pessoas pelo mundo todo estavam completamentamente abandondas em todos os sentidos!

Voltando a nós, nosssa reação se mostrou ser a melhor possível diante das histórias que ouvimos de outras pessoas, que estiveram na mesma situação! Resumindo é que não adiantou passar o dia no aeroporto em busca de soluções, pois não tinha o que ser feito até que a natureza permitisse! Em vez de lutar contra o vulcão, nós fluimos com ele!

Decidimos alugar um apartamento para baratear os custos, uma que vez que os preços dos hotéis triplicaram em um dia!

Sala Apartamento

Entramos no clima e relaxamos, teríamos que ficar pelo menos mais 4 ou 5 dias . Com isso, voltamos ao NH CENTRE Hotel e perguntamos se poderíamos ficar mais 1 noite. Para nossa surpresa, alegaram que estavam bem cheios e se quiséssemos ficar, só havia a uma tarifa bem mais cara!  Até no caos e dificuldade alheia o mundo capitalista arruma uma maneira de se beneficiar.  E pior, a maioria dos hotéis não tinha vaga, já que as pessoas, com medo de ficar sem lugar para dormir, pagavam os preços praticados.

Foi então que usamos uma COOLTIP do COLLTRIPS , e alugamos um ap animal!! Noventa metros quadrados, vista para o canal, perto de tudo, todas as máquinas possíveis, como máquina de lavar e secar roupas, perfeito para quem contava em voltar para casa naquele dia!

Vondel Park

Íamos no supermercado Albert Heijn decidir nosso cardapio diário e alugamos uma bike. Curtíamos Amsterdam como locais!  Nos dias de sol íamos para o Parque, nos dias de muito frio, tomávamos chocolate quente na janela com vista para o canal. Ou um “amsterdam coffee”. Foi perfeito!

Depois soubemos que quem pegou vários trens para tentar voar de outros aeroportos, gastou dinheiro e saúde, e não conseguiram vôo,  a menos que comprassem. Caso contrário eram mandados de volta para respeitar o trecho comprado! No meu vôo conheci pessoas nestes casos, entre outros!

Mas imaginem as pessoas que  estavam com o dinheiro apertado, sem meios de sacar, cartão com pouco limite, sem celular??!!!! Sofreram muito…. Até agora não soube de nenhum reembolso ou indenização… As contas chegaram…

Conhecer Amsterdam com uma bike é imperdível!
A sensação de liberdade é incrível!
Os acessos e ciclovias por toda cidade, impecável!
Turismo com agilidade
E ainda é saudável!

 

 

Alugue sua bike na Mac Bike e não deixe de ir ao Vondel Park!

Mac Bike1

Miami, Police Department! Ilustra inúmeras cenas policias em filmes, seriados, e também nosso imaginário! Teria sido “essa energia sub consciente que puxou” os acontecimentos policiais que comporam as histórias de nossa viagem?!? :s

Tudo que sei que é vivemos casos policiais engraçadíssimos, agora, claro, mas que comprovam como é SAUDÁVEL estar no primeiro mundo e viver com essa certeza!

Para confirmar também a teoria dos 3, que prega que tudo de bom ou ruim acontece 3 vezes, tivemos 3 episódios policiais!

Caso 1 – Hotel

Primeira noite! Chegamos em Miami com os cartões tremendo na carteira! Era preciso satisfazer essa necessidade consumista que nos acometeu ao pousarmos na capital mundial das compras!

Chegamos no hotel, check-in, banho, carro, shopping, crab, shopping, crab, 13 horas depois, a uma da manhã chegamos de volta ao hotel! Minha vó de 85 anos participou dessa maratona sem sentir o cansaço, tamanha é a força dessa onda consumista. Não que ela não esteja em plena forma!

Na manhã seguinte,  aos nos prepararmos para sair, meus pais descobrem que foram roubados. US$2.000 foram tirados de dentro de uma pacote, enrolado num jornal, guardado dentro de um bolso secreto, de uma pasta, que por descuido estava aberta! Não acreditamos! Que ousadia e invasão! Estávamos num hotel 5 estrelas, uma das maiores cadeias do mundo!? não tinha cofre!  Que raiva! Bom, isso era caso de policia! Chamamos o gerente do hotel e ligamos 9-1-1!  A ligação foi interceptada pela telefonista perguntando o que aconteceu, e 30 segundos depois, a segurança estava em nosso quarto querendo saber o que aconteceu! O desconforto e o  sentimento de invasão aumentou, assim como a raiva. Aina por cima, não podíamos tomar as medidas corretas pelo incidente ocorrido no hotel??!
Uma hora depois chegou a oficial Lewis, uma afro americana gigante, rasta e grossa. Fazia caras e bocas, dizia que o dinheiro estava perdido, e que o hotel não havia passado quem era a funcionária que esteve em nosso quarto, ou quando voltaria a trabalhar. Tudo muito desagradável. Após meio dia de chatiação, seguimos murchos para o roteiro de “expenses”.
Após algumas horas, tudo passou, o voltamos ao “normal”.
No último dia, arrumando as malas, os véios gagás encontraram o dinheiro em outro “esconderijo”usado por eles!! :0 Sem mais comentários.

Caso 2 – Carro e Alcool

Após vários dias de jantares maravilhosos, muito vinho, drink’s e champanhe, sempre acabavámos na discussão de quem estaria melhor para digirir. Minha mãe, a grande responsável por esse rotina um tanto estraga prazes,  porém segura, decidiu que nesta noite voltaria no comando da nossa super Van Familia! Após algumas quadras,…. íóíóíóíó, Luzes, holofote na cara, Autofalante: “stop the car, Police!”Ahhh mãos ao alto!
O policial chamava a minha mãe para se apresentar!
Ela desce do carro com as mãos pra cima, segurando carteira de habilitação em uma mão e passaporte na outra, em posição de quadro só que em pé, cega pelo holofote e pelo efeito do alcool!
Deu para imaginar!?? de chorar de rir! (agora).
Policial: Are you drunk? (vc está bebada?)
Mami: No, no. – ela se posiconava a 3 metros de distancia do oficial, na intenção disfarçar o cheiro de alcool! hehe
Nisso meu irmão decidi ajudá-la e desce do carro.
Policial: Did she drink? (ela bebeu?)
Meu irmão: Yes, she had a few drinks, but i can drive, i’m under 21, so ii didn’t drink!
Enquanto isso minhas mãe fazia cara de ???, “eu falei que não! Meu Deus, o que ele está falando!!”
Policial: Ok! you can go!

Inacreditável! Só conseguimos dormir as 3 da manhã, porque a cada vez que lembrávamos do acontecido, chorávamos de rir!

Caso 3 – Cadê meu carro?

7 dias de dedicação total as compras gerando 12 malas e mais algumas caixas de computadores, cafeteira, maquinas, … chegaram ao fim. Na insana loucura de aproveitar tudo e mais um pouco, saimos com tudo em nossa super Van Familia para jantar mais um super Crab no pôr-do-sol de Miami Beach, antes de embarcar. Com tudo no carro, optamos deixar o carro em um “estacionamento”. Jantamos muito bem, brindamos mais do que o normal pra comemorar o aniversário do meu irmão. No fim do jantar já estávamos com o tempo apertado para pegar nosso vôo. Então, meu pai sai para pegar o carro enquanto pagávamos a conta.

Minutos depois o telefone toca: Alo? Hã? Quê?  Como? Levaram…. A mesa pergunta: O quê? Roubaram o carro?? A RESPOSTA: Sim!
Cada um sai para um lado!

Minha vó apática só agradecia os efeitos do Lexotan tomado para dormir no avião. Um ligava novamente para 9-1-1! “Somebody has stolen my car!”; outra rezava; outra dizia: “estamos em Miami, vão achar!! mas com as mala??! ”

Minhas comprasss!!!!! Sentada na sarjeta, eu só pensava na conta do meu cartão chegando e eu tendo que pagar que sem ter nada.. Meu lado mais infantil queria dizer ao banco que o cartão havia sido clonado! Desespero…. SOCORRO!!

Será castigo? Um semana de compras, dólares , dólares e tempo investidos em vão!??  :0
Não podia ser! Não podia acreditar.
Então liga meu marido, que estava em SP. Penso em falar para ele, meio a todo esse nervosismo. Então decido que isso não poderia ser verdade, ASSIM, não será verbalizado tal horror!
Mais minutos passados como se fossem horas de puro desespero, o telefone toca novamente:
“O carro foi guinchado. Estacionei em local proibido.”

Após os 3 acontecimentos só poderia dizer que uma mente stressada pela violêcia cria realidades paralelas vividas como se fossem reais.

Rotterdam, porque não ir!? Rotterdam é uma cidade basicamente empresarial e financeira. Foi destruída na segunda guerra mundial. Então ela é toda refeita. Assim a cidade passa a não ter nada de turístico para quem não está a negócios.

Cidades onde ir na Holanda
Assim, invista em Amsterdam, Leids ou Den Haag. Nesta última é onde vive a familia Real Holandesa.

Leids é a cidade das flores! Plantações enormes! Tem uma de girassol que você se perde! Provavelmente serviu de inspiração para Van Gogh!

Gosto de Amsterdam porque além de culta, jovem e divertida, pra onde você olha tem uma obra da engenharia antiga! Parece que estamos vivendo em outro tempo, outra época!

Ahh, e as bikes! Como é incrível pedalar no mundo ideal da ecologia!

Será que o Green tradicional inspira a consciência eco-friendly?? hahah Sem dúvida Amsterdam é GREEN!

Fazer aniversário depois de uma certa idade não tem mais tanta graça para uma mulher, concorda?!

Então, para transformar algo não tão legal em um acontecimento muito especial e marcante, resolvi passar mon anniversaire en Paris!! Tres Chic! Tres Romantic!

O dia começou com o café da manhã, numa sempre maravilhosa cama de num bom hotel! Croissant! Queijo vermelinho da vaquinha! humm! Banho de Banheira com sais… Bom dia do meu amor com presentes surpresa!

Ao sair do hotel, algo mágico e inacreditável aconteceu! Era pra mim a assinatura Daquele que tudo sabe, e pode. Na primeira vitrine, a decoração dizia com todas as letras: HAPPY BIRTHDAY PRINCESSE!

Nesse dia de celebração, decidi que não faria contas nem economia. Me dei ao luxo, me permiti sem culpas! Foi mágico, incrível e inspirador para o ano que começava!!

Fiz umas compras pelo Marais, que me proporcionou o prazer de fazer novas descobertas e comprar em lojinhas que dão a sensação de exclusivos.

jardins de Monet quadros 360 graus

Depois fiz um Pic Nic matinal no Parc Tuileries, e fui até o Musee L’ Orangerie, onde vivi uma experiência divina, transcendental! Fiquei uma hora na sala oval com pinturas dos Jardins de Monet do chão ao teto, 360 graus, por todos os lados! Uma paz inquietante! Não conseguia parar de pensar e sentir como teria sido para Monet conceber e executar tal criação! E passar tanta tanta paz….Finalizei a “enegização” perfeita passando pelas pirâmides do Lovre; a representação da união do feminino e masculino,  onde estaria escondido o Santo Graal, segundo Dan Brown em O Código Da Vinci.


Almoçamos num típico bistrô francês com suas iguarias irreprodutíveis.

Para se sentir no conto de fadas realmennte, e virar Cinderela DE verdade, é necessário que nosso Princípe coloque um sapato de cristal em nosso lindo pezinho, certo?
Então fomos à Printemps em seus 2 andares dedicados a sapatos, de todas as marcas. Impossível foi ficar com só um! Desculpe, mas meu conto teve que ter essa quebra no roteiro! hehe

Para encerrar o dia de Princesse era necessário escolher um restautante à altura! Ou nas Alturas! Georges, classificado como restaurante design, ou restaurante tendence, no 6º andar do Centro Pompidou, em Paris, é mais um empreendimento dos irmãos Costes. No alto com vista para Sacre-Coeur de Montmartre, Notre Dame, Hales, Lovre, Torre Eiffel, Tuleiries, … enfim, PERFEITO! Paris aos pés!

Não conseguiria descrever o sentimentos, energia e amor que senti! Nem preciso dizer o romantismo desse dia!! Paris é realmente a vida mais sexy e romantica do mundo!

E que venham os 30!

Paris, a cidade mais culta, chamorsa e romantica do mundo… O que mais dizer sobre Paris… PA-RIS!!

Que tal jantar num restaurante de 1900 na Gare de Lyon com vista para toda estacao, com decoracao preservada desde entao?? LE TRAIN BLEU! Ate Dali era habitue ali! Incrivel! Tradicional! Garçons muito simpáticos.

Ou então jantar com vista para toda Paris? Torre Eifel, Lovre, Notre Dame na sua frente durante um jantar delicioso, menu moderno, music and people cool! Georges, do Grupo Coste, no ultimo andar do Georges Pompidou. Para chegar voce tem que subir uma escada rolante incrivel!

[illustration]
© D.R.
[illustration]
© D.R.
[illustration]
© D.R.
[illustration]
Photo de M. Boyer
© D.R.
[illustration]
© D.R.
[illustration]

Outra Cool tip da Cool trips eh conhecer um museu no Parc des Tuileries, Musee L’ Orangerie. Duas salas ovais com luz natural, dando o tom da obra dos ceus ali exposta. Quadros 360 graus dos Jardins do Monet!! O ar eh de respeito e culto a essa obra DIVINA! Silencio total. Cortado por uma cena de riqueza inestinavel, uma aula de artes de criancas de 5 a 6 anos ali, diante dessa majestosa criacao.

Os quadros sao vivos, Monet consegue nos transportar para seus jardins com um grau de realidade… E assim tambem para sua alma. Eh de arrepiar, emocionante. IMPERDIVEL!!

vondel park Amsterdam, fim de tarde, depois de um dia de estudo, trabalho ou batalha, ou mesmo pra gente que enfrentou 15 horas entre aviao e aeroporto, fazer o happy hour no Vondel nao tem pre’co!!! ( desculpem a falta de acentos, estamos aqui e o teclado deles nao tem, heheh tenho certeza que estamos perdoados!)

Bikes retro, patins, jogging, agitam as trilhas do parque. Pessoas com seus cachorros, namorados, poetisam a paisagem. Amigos fazendo um pic nic alcolico e/ou verde, pais e filhos e amigos brincando, animam a tarde de primavera no VONDEL! Eh Lindo ver a cumplicidade silenciosa entre as pessoas expressa no sorriso de um pai para seu bebe no seu carrinho “cross montain”; no Frizzbe para o amigo canino, e no som do violao.  Jovens, familias e executivos se integram com a natureza. Democracia total! Ah, por falar nisso voce sabia que as pessoas podem fazer sexo no parque?! Eh, eh lei em amsterdam, LIBERADO! Mas nao flagramos nada… sorry.

O parque eh magico! As cores das arvores verde pantano contrastando com as flores multi coloridas e sintilantes! O vento gelado, o sol saindo atras das nuvens e as arvores complementam o cenario perfeito! Soa brega, mas eh porque a cena eh um nirvana!
Nao precisa nem fazer uso dos alucinoginos locais para pirar!!!

Jericoacoara- CE – Paixão a primeira visita

“Em 2000 conheci o paraíso, em 2008 casei lá.”

A história de “amor” com este lugar mágico e paradisíaco começou 8 anos antes de apresentar a minha namorada, hoje esposa e mulher da minha vida.

Minha primeira visita a esse paraíso, ainda intocado e de difícil acesso, foi em minha formatura, quando fui passar uma semana em Fortaleza-CE com a turma da faculdade.

Ao chegar em Fortaleza nos deparamos com uma cidade de praia grande, agitada como todas cidades Nordestinas, muito Axé e Forro, além de bares e quiosques espalhados pela praia. Tudo que não gosto. Parecia o Guarujá em alta temporada!

Na época já haviamos escutado falar sobre “Jeri” e suas místicas histórias; desde  a dificuldade de acesso sem carro 4×4 até a falta de infra-estrutura. Porém, como já estávamos em Fortaleza à “somente” 380km de Jericoacoara e já havíamos aproveitado uns dias de festa com a moçada da faculdade, eu e mais alguns amigos decidimos por “descolar” do grupo e passar 3 dias em Jeri. Alugamos 3 carros 1.000 cc, já que éramos recém formados e a grana era curta! E saímos rumo a nossa aventura. A estrada era ruim, com pouca sinalização e pouca fiscalização mas com belas paisagens. Com um mapa na mão, após nos perdermos algumas vezes após 6 ou 7 horas de viagem,  finalmente conseguimos chegar até o Préa que fica a 8km de Jeri. Ali já começava a aventura, pois segundo nos informaram ainda em Fortaleza, não era possivel chegar em Jeri sem um carro 4×4! Porém, lá estavam vários locais que nos disseram que com a maré baixa e os pneus murchos poderíamos chegar. Foi o que fizemos, mas isso não impediu que um dos carros atolasse e levassemos  1h para andar 8km, mas finalmente chegamos a mágica Jericoacoara! Já era noite, mas possível ver e sentir as belezas naturais que nos aguardavam ao amanhecer.

Na época a cidade de fato não tinha infra-estrtura alguma. A energia elétrica era via gerador, as ruas no total de 6 eram todas de areia, haviam 4 pousadas, uns 2 restaurantes, 1 padaria e 1 mercadinho, além de alguns hippies e nada mais.

Já no primeiro dia, disse a um dos meus melhores amigos: ” Ainda vou morar em Jeri!”. Ainda não moro, mas me casei nesse paraíso. Após essa minha primeira visita, Jeri não saiu mais de minha mente e dois anos depois levei minha então namorada. E a partir daí, frequentamos Jeri diversaves veses ao ano antes de nos casar em 2008. Foi mágico! Confira no post Casamento no Paraíso!

Jericoacoara é linda, rústica, mística, indescritível, de fato era muito mais do que se imagina.’

Os morados da cidade são uma atração a parte. Locais, Gringos, Paulistas e cariocas, Esportistas, Chefs, entre outras figuras se tornam seus amigos facilemente.

Em especial recomendamos o Restaurante Chocolate da paulista Paty Gauteu. Polvo e claro, Petit Gateau são os melhores do menu refinado.

Para comer uma comida local, gostosa e barata, o Azul do Mar é delicioso! Peixe e camarão, com macaxeira e farofa! Hum! Este fica na praia do Preá.

Para curtir o por-do-sol com estilo, come os sanduíches e Drinks do Showman Ertas no Vila Kalango, com vista para a Duna.

Outros restaurantes com satisfação garantida:

Leonardo da Vinci

R. Principal, 40
tel: (88) 3669-2222
Horário: 18h/0h, fecha: abr/jun
Cartão de Crédito: Diners, Mastercard, Visa
Cartão de Débito: Maestro, Redeshop, Visa Electron
Num trecho movimentado e com mesas ao ar livre, está entre os mais badalados da cidade. Serve massas caseiras, como o ravióli e o tagliatelle negro. Ambos são produzidos diariamente, assim como o pão italiano.

Nômade

R. da Farmácia
tel: (88) 3669-2103
Horário: 18h/0h
Cartão de Crédito: Diners, Mastercard, Visa
Cartão de Débito: Maestro, Redeshop, Visa Electron
A casa tem mesas ao ar livre, que dividem o espaço com árvores frutíferas. Logo na entrada fica o forno a lenha, onde são assadas pizzas como a margherita. Massas e carnes também estão no cardápio.

Carcará

R. do Forró, 530
tel: (88) 3669-2013
Horário: 2ª/sáb 12h/23h, dom 16h/23h
Cartão de Crédito: Visa
Cartão de Débito: Visa Electron
Camarão ao curry com manga é uma das receitas mais pedidas. Bem regional!

Il Faro Blanco (Pousada Vento Leste)

R. Nova Jeri
tel: (88) 3669-2274
(http://www.pousadaventoleste.tur.br)
Horário: 14h/23h
Cartão de Crédito: Diners, Mastercard, Visa
Cartão de Débito: Maestro, Redeshop, Visa Electron
Usa ingredientes raros por aqui.

Chocolate

R. do Forró, 214
tel: (88) 3669-2190
Horário: 16h/0h, fecha: mail
Cartão de Crédito: Diners, Mastercard, Visa
Cartão de Débito: Maestro, Redeshop, Visa Electron
Prepara dez tipos de risoto, como o de abobrinha com queijo e o de camarão com manga. Entre as sobremesas, o petit gâteau tem a preferência do público. Outra boa pedida é o creme de cupuaçu com chocolate amargo.

Onde ficar – Hotéis

Pousada Vila Kalango http://www.vilakalango.com.br

À primeira vista, a pousada parece simples, mas por dentro revela todo o charme que um ambiente rústico e bem-planejado pode ter. Os quartos têm coberturas de palha e paredes de madeira dividem o espaço com flores e almofadas de chita. O lounge tem chão de areia e em frente à praia fica a piscina vermelha – foi feita dessa cor para não concorrer com o azul do mar.

Mosquito Blue http://www.mosquitoblue.com.br

A construção grandiosa, que destoa das pousadinhas de Jeri, abriga o único hotel da região – e o lugar certo para quem quer comodidade. São 80 quartos, duas piscinas e duas hidros. Há ainda um recém-inaugurado spa e um restaurante à beira-mar. Quer um vinho? Ele vem direto da adega climatizada.

Pousada Blue Jeri http://www.bluejeri.com.br

Olá Pessoal!!

Estamos escrevendo este Blog para compartilhar viagens e boas dicas a viajantes em busca de COOL TRIPS!!
Afinal quem não gosta de viajar bem, visitar novos lugares, mas certo de que vai conhecer o que há de interessante  e cool em cada destino?

O Blog destina-se a seletos grupos de pessoas que gostam de ir a lugares ainda intocados que em pouco tempo se tornarão tendência!

A proposta não é fazer um blog unilateral, e sim um espaço para desbravadores compartilharem suas dicas exclusivas para garantir uma COOLtrip a todos.

Mas CUIDADO para quem você irá indicar!! Afinal a gente quer que esses paraísos continuem exclusivos por um bom tempo!

Follow us on Twitter

Cool Tips Cool trips

FACEBOOK Cooltips Cooltrips

Albúm de viagem